Vestibular UVA2016




O Alto Preço do Sucesso Evolutivo

O ser humano mudou a relação dos seres vivos com a natureza. Mas tudo isso tem um preço: a poluição.

Postado em 30/09/2013 | 0 Comentário(s) | 3110 Acessos

A espécie humana é a mais bem-sucedida do planeta. o Homo sapiens é a única espécie que se adaptou a praticamente todos os ecossistemas e conseguiu espalhar uma população de 7 bilhões de pessoas pelo mundo todo - montanhas geladas, planícies desérticas, campos semiáridos, planaltos frios, matas úmidas. Não somos adaptados para viver na água, mas tiramos do mar uma infinidade de alimentos e recursos minerais. Não temos asas, mas atravessamos os céus em potentes jatos. Não fazemos fotossíntese, mas transformamos a energia solar em eletricidade. A inteligência privilegiada desenvolvida com a evolução nos deu a capacidade de aumentar a produtividade da terra e sintetizar vacinas que nos protegem de espécies indesejáveis, que causam doenças. O ser humano mudou a relação dos seres vivos com a natureza. Mas tudo isso tem um preço: a poluição.

A poluição atmosférica

Poluição Atmosférica

As atividades humanas criam poluição em todos os ecossistemas: na atmosfera, na água e no solo.

No ar, a maior parte da poluição é provocada pela queima de combustíveis fósseis, como carvão mineral e petróleo, usados em quantidade cada vez maior em motores de veículos, usinas termoelétricas e indústrias. Quando o combustíveis é queimado, não lbera apenas energia, mas material particulado - minúsculas partículas de substâncias sólidas ou líquidas, como cinzas e compostos químicos tóxicos, que permanecen em suspensão no ar. Parte desses compostos cai na forma de chuva ácida, que afeta o desenvolvimento da vegetação e consequentemente, ameaça o equilíbrio dos ecossistemas. O material particulado também afeta, diretamente, a saúde humana, pelo sistema respiratório.

A queima de combustíveis fósseis e as queimadas criam outro tipo de poluição, muito séria: o acúmulo de gases que intensificam o efeito estufa e provocam o aquecimento global. O dióxido de carbono (ou gás carbônico, CO2), metano (CH4) e óxido nitroso (N2O) são os principais responsáveis pelo aquecimento global.

Poluição das Águas

A água cobre 75% da superfície terrestre. Mas a maior parte dela não é potável e outra grande parte é de difícil acesso. O pouco que nos resta tem de ser usado num ritmo que permita à natureza reciclá-la e repor os depósitos, pela evaporação e pelas chuvas. o que polui a água são substâncias químicas- resíduos resultantes das atividades, agropecuárias e de mineração. No mar, derramamentos de óleo tornam inabitáveis milhares de quilômetros de costas e intoxicam aves, peixes e moluscos marinhos. Em terra, vazamentos de usinas nucleares contaminam com radiação não apenas a água e os alimentos, mas todo o ambiente ao redor, num raio que pode chegar a centenas de quilômetros.

Em muitas cidades, os rios servem ,também, de depósitos de substâncias orgânicas, como esgoto doméstico - o que cria um cenário propício para a propagação de agentes patogênicos, como bactérias, protozoários e vermes. O despejo de material orgânico em rios e lagos pode levar o manancial à eutrofização.Com excesso de matéria orgânica,um curso ou reservatório de água entre num círculo vicioso de destruição de seu ecossistema. Superalimentadas, as microalgas que habitam a superfície da água crescem demais e formamuma camada densa, que impede a passagem da luz.Com menos luz, os vegetais das camadas inferiores são menos eficientes na fotossíntese.Isso reduz a quantidade de oxigênio, necessário para a respiração de peixes e mamíferos aquáticos.Esses animais acabam morrendo, e, no processo de decomposição, seus restos mortais aumentam ainda mais a matéria orgânica disponível não apenas para as algas, que continuam a crescer, mas também para outros organismos, como bactérias anaeróbicas. Todo o equilíbrio ecológico fica comprometido.

	A poluição das águas

Poluição do solo

O solo é a camada mais fina e superficial da crosta terrestre, formada pela ação das chuvas e do vento sobre as rochas e pela matéria orgânica depositada sobre a terra (restos de animais e plantas). A contaminação ocorre por resíduos sólidos - lixo industrial, agrícola ou doméstico,que não se decompõe com facilidade.Pode ocorrer ainda por poluentes líquidos, que podem atingir os lenções subterrâneos, como despejo industrial, esgoto doméstico ou derrame de agrotóxico na lavoura. Desmatamentos, queimadas e mineração também provoca a degradação do solo. Os lixões constituem uma ameação à parte. O chorume, que vaza da matéria orgânica em decomposição, é um dos mais graves agentes poluidores do solo. A melhor solução é a coleta seletiva com a reciclagem do material que pode ser reaproveitado ( plásticos, papel e metal e o uso do lixo orgâncio como composto, um tipo de fertilizante orgânico.

	Os lixões correspondem um dos grandes problemas d


Fonte:


Revista Biologia - Vestibular e ENEM


Deixe um comentário